sábado, 7 de março de 2015

15º Capítulo − Perfeito! ✓



This time please someone come and rescue me
'Cause you on my mind, it's got me losing it
I'm lost you got me looking for the rest of me
Love is testing me but still I'm losing it
This time please someone come and rescue me
'Cause you on my mind, it's got me losing it
I'm lost you got me looking for the rest of me
Got the best of me, so now I'm losing it
− Rihanna in S.O.S

− Praia? Porque ainda não visitaste nenhuma desde que cá chegaste? – Os olhos de Claire percorreram a extensão de corpo de Demetria. Meu Deus, em quê que ela estava a pensar?!
− Porque há sempre algo para fazer. – Demetria brincou com a espuma. − Porque não vamos sábado à praia, Dª Demetria? Tens folga, certo?
− Sim, como sabias? – Um largo sorriso foi rasgado na sua cara.
− Eu assaltei o teu horário. Desculpa!
− Bom, onde levarias a menina de que estás a fim para te declarares a ela? – Demetria perguntou com vergonha.
− Levá-la-ia para o meu sítio preferido ou o dela. É simples assim. – Claire sorriu. Demetria sorriu de volta e aproximou-se mais do rosto de Claire. Os seus corações tocavam uma harmonia perfeita. O medo e a insegurança reinava.
Claire sorriu de leve depois de tudo ter pegado fogo. A noite tinha sido uma loucura total. Nada era para ter sido daquele jeito. O que era para ter sido calmo e normal tornou-se num autêntico pesadelo, porém estava a ir bem, por agora…
Demetria não queria mais ficar chateada com Claire, porque Eva apareceu. Não queria ser, de maneira nenhuma, mais um dos seus problemas naquela noite.
Demetria despertou dos seus pensamentos pelo toque suave da mão de Claire. Claire olhou-a nos olhos, olhou os seus lábios, os olhos, os lábios… Os corações palpitavam demais como numa sinfonia perfeitamente sincronizada.
Como era possível mal conhecer alguém, mas saber que ela lhe é essencial agora?
Não há razão determinada, aprende-se a sentir isso, simples.
Iguais, mas diferentes. Elas queriam e sentiam o mesmo, só pensavam sempre “Ela que dê o primeiro passo.” Ou simplesmente tinham medo que a outra não quisesse nada.
Dessa vez seria diferente, ambas pensaram. “Eu darei o primeiro passo, mesmo sendo errado. Não importa se ela não negar, não ficarei. Tenho esperança que é o melhor a ser feito agora, afinal, se aconteceu é porque teve de acontecer.” Elas juraram para si mesmas.
As suas cabeças que antes estavam baixas, onde os fios estavam colados nas suas testas devido à água morna correr, ergueram-se segundo a segundo. Os sorrisos maliciosos falaram por si. Claire colocou as mãos nos ombros de Demetria, como numa dança calma, era apenas o primeiro passo para o início da safadeza básica. Demetria fez com que Claire ficasse entre ela e a parede. Perfeito! Claire sorriu com aquilo, ela sussurrou-lhe ao ouvido:
− Sabes de uma coisa? – Demetria negou baixinho. – Sempre sonhei com isto. – Isto era um novo género de música para Demetria, porque ela apreciou imenso ouvir isto. Demetria percorreu as costas nuas de Claire até à sua bunda onde deu um leve amaço. Claire envolveu uma das suas pernas à volta de Demetria.
As suas respirações ficaram próximas, estavam a milímetros uma da outra. Faltava somente um passo. Ambas fecharam os olhos.
− Demi! – Selena entrou aos berros na casa de banho/banheiro. A sorte delas foi que ela se virou e fechou a porta vagarosamente. Claire passou a Demetria um shampoo para disfarçar.
− Queres vir tomar banho, Sel? – Demetria perguntou, enquanto enxaguava o cabelo e Claire se enrolou numa toalha azul clara.
− Eu não quero saber disso. O que aconteceu foi… − Selena parecia “palrar” sem parar sobre um apresentador de televisão chamado Jean Campbell. De todas as coisas que ela falou, a atenção de ambas era direcionada para os olhos delas. Porém, algumas coisas eram ouvidas como “Ele estará cá sábado às sete horas da tarde, eu não posso perder isto!”. Ideias incríveis surgiram na mente de Demetria.
− Que bom! Vais conhecer o teu ídolo! Espero mesmo que ele te dê um autógrafo. − Demetria disse expulsando Selena fora do quarto de Claire.
− Acho que ela está ansiosa para conhecer aquele senhor, hein? – Claire disse.
− Completamente! – Demetria olhou para o chão sem qualquer reação. – Afinal, ela atrapalhou-nos. Verdade? – Demetria colocou lentamente o corpo de Claire para trás. A sua cabeça pousou no travesseiro delicadamente.
− Sim, afinal fizeste bem expulsá-la daqui. Podemos continuar? – Claire mordeu o lábio inferior provocando Demetria. Demetria gatinhou para cima de Claire. Aquilo excitava-as. – Achas que devíamos começar assim? – Claire não perguntou por insegurança, apenas para ter a certeza que não seria um momento de carência de cada uma ou de ambas.
− Claro, afinal é apenas um começo fantástico. – Demetria sussurrou de olhos fechados perto do rosto de Claire. Claire colocou as mãos nas coxas de Demetria e apertou-as de leve, Demetria riu fraco e tirou-as e estendeu-as até tocarem na cabeceira da cama.
− Maldade, Devonne! – Claire riu como uma criança. Demetria acompanhou-a numa gargalhada curta, passou os seus dedos gélidos pela abertura do roupão, lembrando que elas estavam nuas, os seus dedos foram desde o espaço entre seus seios até às coxas. Aquilo era realmente excitante. Demetria preparava-se para beijar o canto da sua boca, quando Claire se virou.
− Esta é a minha vingança pela última vez que me largaste no teu quarto. – Claire riu e Demetria olhou-a sem qualquer expressão legível. Ambas se riram, sem qualquer tipo de maldade. Demetria puxou o lençol branco e abraçou Claire, formando uma espécie de conchinha.

Monday, 06:23 P.M. Lovato’s House, Washington D.C.
Demetria acordou abraçada ao peito de Claire. Dormia como um anjo, e a beleza dela? Fazia-lhe lembrar um trecho da canção de Dolly Parton, a madrinha de Miley.

Jolene, Jolene, Jolene, Jolene
I’m begging of you, please don't take my man
Jolene, Jolene, Jolene, Jolene
Please don't take him just because you can
Your beauty is beyond compare
With flaming locks of auburn hair
With ivory skin and eyes of emerald green

Demetria sorriu ao lembrar-se que em breve ela seria sua e Demetria seria de Claire. Saiu do conforto cuidadosamente e deslocou-se para a cozinha.
− Diz-me! Vocês estavam a tomar banho juntas. – Uma voz familiar assustou Demetria, que acabou por derrubar alguma água do copo. – Não adianta negar, lindinha!
Caralho, Selena Marie! Que história é essa de me pegar no banho com a Claire? – Demetria deitou as mãos à boca depois de se dar conta que falou demais.
− Tenho de fazer mais vezes isto contigo! Agora conta-me! – Selena puxou uma cadeira e colocou as mãos segurando o queixo, como uma apresentadora coscuvilheira.
− Bom, tudo começou assim… − Demetria contou tudo a Selena que sorriu ao saber que Demetria e Claire estavam quase a namorar.

Continue…
Oi, gatas! Tudo bem? O que acharam do capítulo provocação de hoje? Eu simplesmente adorei escrever esse capítulo.

8 comentários:

  1. Tudo otimo. Provocação normalmente é bom pra quem prática,agora se formos pensar na pessoa que sofre chega a ser maldade kkkkk. Provocadora você né!!! To de volta a ativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade kkkk Eu provocadora? Imagina U_U
      Que bom que voltou gata!

      Excluir
  2. Gostou de escrever será que isso "significa" algo kkkkkkkk. Brincadeira desculpa se não gostou,to mais louca que o normal ultimamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Humm quem sabe ah?
      Não tem problema, Lécia. Eu sei que foi uma brincadeira, kkkk Louca?
      Besos, gata!

      Excluir
  3. Claro mas de um jeito bom e não prejudicial ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, afinal sempre é bom ser "louco" e brincar, certo?

      Excluir
  4. oi cissi!muito cara da Aninha mexer com os outros kkk isso faz eu ama-lá mais ainda. Não é a aninha,é a melhor amiga dela a Erika,a sem noção acabou se envolvendo num acidente de moto,ta toda quebrada desacordada no hospital.ela acordou durante algumas horas,o pouco tempo que falamos ela me deu o user+senha,(quase uma hora depois ela desmaiou)pra minha total surpresa e alegria historia lésbica da DEMI.ela é só lesbian for Demi? sabe dizer!!! eu tenho um precipício por ela,nunca falei nada por medo de perde-lá como amiga. desculpa pela crise de sentimentos e desabafo,ela confia em você a ponto de colocar foto no perfil. bjs desculpa mais uma vez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Erika! Deve mesmo adorar mexer com os outros kkk!
      Mas foi muito grave o acidente? Ela melhorou? Mande as melhores para ela. Pelo que pude perceber sim, ela é. Fale com ela sobre esse precipício, mas diga tudo com calma, porque eu já passei pelo mesmo.
      Uma menina, uma amiga muito próxima, ela declarou-se a mim, eu fiquei de pé atrás por não sentir nada, mas depois decidi dar uma chance, um erro total!
      Por isso vá falando com calma e sem nervosismo miudinho. Se ela for sua amiga de verdade, vocês vão conseguir ser amigas depois da conversa.
      Não peça desculpas, me sinto "honrada" em responder-lhe. Sério que ela confia em mim a ponto de colocar foto no perfil?! Nossa! Beijos e sempre que precisar fale comigo aqui ou pelas minhas redes sociais.

      Excluir