sábado, 8 de agosto de 2015

17º Capítulo − …era bom demais para ser verdade ✓


Puta Mais Linda ❤

Friends just sleep in another bed
And friends don’t treat me like you do
Well I know that there’s a limit to everything
But my friends won’t love me like you
No, my friends won’t love me like you− Ed Sheeran in Friends
Demetria colocou as mãos quentes sobre a cara delicada de Claire. A respiração era calma, mas o seu coração estava transtornado e a mente, uma confusão.
O beijo era calmo, porém longo para um primeiro beijo. Transmitiu coisas que talvez nenhuma das duas soubesse que existiam. Elas nunca tinham amado de verdade.
Claire pegou na cintura de Demetria e deitou-a na areia, apesar de incomodativa não fez diferença neste momento. A mão de Demetria deslizou pelo peito de Claire que parou um beijo com pequenos beijos.
Naquela noite, Claire parou o beijo, mas não de uma maneira “O que se passa? Estás louca?”, foi de uma maneira de ter gostado da experiência nada nova e da boca aveludada de Demetria.
Elas ficaram lá a observar o mar pouco nítido. Claire estava sentada entre as pernas abertas de Demetria, era bom demais para ser verdade.
Claire voltou à realidade depois de sentir o toque suave das mãos de Demetria sobre o seu peito. Demetria cruzou os seus lábios num beijo intenso e cheio de fogo, as suas mãos foram descendo até à sua cintura. Claire virou-se para poder tirar partido do beijo de Demetria.
Demetria já estava por cima do corpo de Claire, que estava agora só de soutien. Mas que raio?! Não, não podia! Claire não queria que assim fosse! Porquê?
E se Demetria quisesse apenas farra? Porque ela namorou a grandiosa Taylor Swift heart breaker. Isto teria de parar!
Claire parou os beijos e afastou o corpo de Demetria. – O que se passou? – Demetria sustentava o seu peso nos seus braços. – Olha para mim! – Demetria virou o rosto de Claire, de modo, a que a olhasse nos olhos.
− Eu não te amo! Não te amo assim tanto para subirmos a este patamar. – Aquilo suava como uma facada que a atravessava vezes seguidas. As suas ilusões eram… ilusões confirmadas.
− Como assim? – Demetria franziu a testa de modo a tentar não se consolidar com o que ouvira. – Tu não me amas?! Mas mesmo assim crias expectativas?
− Que expectativas, garota? – Claire chamou Demetria de “garota”, algo que incomodou bastante Lovato.
− Que expectativas?! Que expectativas?! – Demetria gritou na última frase. – Dormir na minha cama e eu na tua, quase rolar um beijo e a pegação no banho, não é criar expectativas? – Demetria continuou com um tom de voz alto, mas desta vez levantou-se e olhou Claire de cima.
− Não, tu é que entendeste mal! – Claire levantou-se respondendo da mesma forma.
− Claro! – Demetria respondeu com ironia e virou costas. Claire continuou sentada na areia até que deu conta que Demetria estava a afastar-se cada vez mais. – Vais ficar aí? – Falou fria.
− Sim, eu vou! Não quero dar mais indícios de possível paixão por ti. – Claire falou entre dentes, mas Lovato conseguiu ouvir perfeitamente e aquilo realmente magoava, muito…
− Tens muita piada para uma pessoa tão insensível. – Esta foi a última frase dita por Lovato a Longoria. Ambas não mereciam nem queriam isto, nem desta maneira.
Levaria um belo tempo até que Claire se convencesse que Demetria não era uma sedutora sem escrúpulos e que queria Claire como parte da lista. Levaria um belo tempo, também, até que Demetria conseguisse perdoar Claire.
Demetria deu ignição ao carro, encostou a sua testa no volante de modo a poder chorar. Não podia ser, era como se alguém tivesse substituído a verdadeira Claire Longoria, aquela que ela amava de verdade.
Claire, a garota pela qual se apaixonou, que fez o seu coração palpitar de anseio, aquela com que ela amava dormir de conchinha, aquela com que queria partilhar a sua vida.
Conforme o carro ia acelerando, as suas lágrimas desesperadas iam se alterando. Não eram mais de tristeza, eram de raiva, no fundo seria uma tristeza tão grande que tinha sido tapada pela raiva.
Ela mostraria a Longoria o que tinha perdido.
Demetria bateu a porta com força suficiente para Dianna, Eddie e um amigo muito próximo de Eddie, Michael, a ouvissem chegar.
− Demetria! Vem cumprimentar as pe… − Dianna baixou a sua voz quando notou o inchaço dos olhos de Demetria. – Acho que é melhor sairmos da frente dela.
Demetria subiu as escadas com pressa. Entrou no seu quarto sem querer saber o que se passava à sua volta. Miley, Selena e Dallas estavam ali, a jogar Verdade Ou Consequência. Tinha interrompido o beijo de consequência entre Selena e Miley.
Caralho, Devonne! Não sabias ser menos estrondosa? – Dallas gritou pelo susto que Demetria lhe causou. – Demi?! – Demetria deitou-se de costas para elas e abraçou com muita força a sua almofada.
− Demi? – Miley perguntou com uma certa nota de preocupação na sua voz. Selena tinha a sua mão quente sobre a sua coxa. – Selena, depois continuamos isto. – Miley beijou o seu rosto.
Dallas e Selena levantaram-se e sentaram-se em frente a Demetria, Miley sentou-se na sua cama acarinhando os seus cabelos. Miley beijava, também, o seu cabelo suavemente.
− Nós beijamo-nos na praia, e… − Demetria tinha a sua cabeça afundada na almofada rosa-bebé. A sua voz soluçou e pareceu fraca demais. – Eu odeio-a!
As meninas olhavam-se animadamente, até que Dallas refletiu bem na última frase “Eu odeio-a!”, ficou estranhamente pensativa. Dallas olhou Miley que a olhava sem parar.
− Disseste que a odiavas? Ela rejeitou-te? Demi responde! – Dallas pegou nos seus pulsos com força. – Oh, meu amor… − Dallas sentou-se na cama de Demetria e puxou-a para a abraçar.
Selena abraçou-a com força e, bem, Miley continuava a acarinhar os cabelos de Demetria.
− Se quiseres, podemos fazer uma partidinha antecipada de dia um de abril, certo, Miley? – A Selena maquiavélica era do piorio, enquanto não tivesse o que queria não descansaria. – Que achas colar a cabeça dela à almofada? Isso é leve, só porque ela é nossa amiga.
− Isso é leve?! Colar a cabeça dela à almofada é leve? Como ousas, Selena Marie?! – Miley permaneceu incrédula com a crueldade oculta de Selena.
− Desculpa, mesmo sendo a nossa outra amiga, precisa de uma pequena lição! – Selena falou com uma nota de raiva na voz. Sempre que magoavam uma das suas amigas, era como se a magoassem a ela.
− Okay, depois podes planear a tua vingança. – Dallas ficou incrédula também, mas continuou calada. Se não acabassem o assunto agora, isso só faria com que Demetria pensasse mais em Claire. – E se víssemos um filme, hein, Demi? – Dallas tentou animá-la. Demetria limitou-se a concordar com um balanço de cabeça.
− Hum… E se víssemos alguma comédia? – Miley hesitou em perguntar. Porém todas concordaram em ver. Faria Demetria dar boas gargalhadas.

Sunday, 08:54 P.M. Lovato’s House, Washington D.C.
Lovato caminhou vagarosamente pelo corredor do andar de cima. Ela e as garotas tinham adormecido às quatro e quarenta da manhã, as suas olheiras estavam horríveis. Apenas uma maquilhagem a podia salvar.
Ouviu um telemóvel/celular tocar, parecia o de Claire. Isso fê-la lembrar que Claire não tinha chegado antes das cinco horas da manhã, ela podia saber o porquê.
− Estou sim? – Claire falou baixo e muito devagar. Demetria não sabia o porquê de estar escondida da vista de Claire e a ouvir a sua conversa, era algo automático. – Ah sim, Tay! Claro que não esqueci, além de estar com puta ressaca de ontem. – Demetria ficou a pensar no apelido carinhoso de Tay, será Taylor Swift? Ressaca?

Continue...

4 comentários:

  1. Olha Que título ela vai colocar no capítulo!!! A não, eu aqui pensando que iam finalmente ficarem juntas,tava tudo dando muito certo até demais. AGORA EM DIANTE,QUANDO TUDO TIVER DANDO MUITO CERTO VOU DESCONFIAR. (seu nome) não tem o mínimo de amor próprio,deixar demi dessa maneira. SELENA E MILEY rum rum kkkk. Olha a imaginação fértil, lá vai começar a pensar coisas que não existem né senhorita (se é que é kkk) lovato cuidado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que foi? Pensou noutras coisas, foi?! Sim, ia tudo tão bem que parecia mentira! Deve mesmo desconfiar! S/N não possui coração, fazer a Demi sofrer é demais </3
      Selena e Miley ° ͜ʖ ͡°, você quer que isso aconteça?!

      Excluir
  2. Sim pensei!!! É interessante de se imaginar Miley a louca que não liga pra nada( está certa de não da ouvidos as pessoas) , junta com Selena a certinha,ingênua(ops!! Não é mais assim) OPOSTAS juntas legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu pensei em juntá-las, só não sabia se era boa ideia :/

      Excluir